Vamos refletir sobre o suicídio? Falar é a melhor prevenção!

Uma pessoa se suicida a cada 20 segundos. O suicídio está entre as 10 principais causas de morte no mundo. Para cada suicídio, há, em média, 5 ou 6 pessoas próximas que sofrem consequências emocionais, sociais e econômicas. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), 121 milhões de pessoas sofrem de depressão em todo o mundo. O Brasil ocupa o terceiro lugar no ranking da prevalência da doença no mundo. Como podemos observar, a situação é muito preocupante e exige de todos nós ações concretas para a prevenção e terapêutica deste problema tão doloroso.

Especialistas de todas as áreas recomendam uma terapêutica multidisciplinar (tratamento médico psiquiátrico, tratamento psicológico e terapia familiar, já que este problema afeta as famílias como um todo). Nós espíritas sabemos, também, do valor de nossas terapias complementares para enfrentarmos o suicídio (fluidoterapia, desobsessão, estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo, prática do evangelho no lar e atendimento fraterno).

Importantíssimo, também, é focar em nossas habilidades de saber ouvir as pessoas que sofrem problemas diversos e, notadamente, com depressão (principal causa de suicídios), começando pela nossa família e amigos. Estamos olhando para os sinais que as pessoas deixam pelo caminho com a atenção e amor necessários? Você sabe ouvir? Usa estas habilidades com seus melhores sentimentos? Saber ouvir exige que ouçamos atentamente, com calma, com empatia (colocar-se no lugar do outro), expressar respeito pelas opiniões e pelos valores da pessoa (não fazer julgamentos), mostrar sua preocupação, seu cuidado e sua afeição e focalizar nos pensamentos e sentimentos das pessoas.

Não esqueçamos das palavras de Jesus: “Vinde a mim, vós que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei”.  Jesus (Mateus 11:28)

Fonte da imagem: http://www.febnet.org.br/blog/geral/noticias/setembro-amarelo-pela-valorizacao-da-vida/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.